Judoca português Célio Dias confessa ter tentado o suicídio por duas vezes

Atleta conta que sofreu de uma doença mental chamada síndrome esquizo compulsiva.

O judoca Célio Dias revelou, em entrevista publicada esta terça-feira pelo Record, que “não soube lidar com a frustração de perder com um adversário muito menos cotado logo no primeiro combate” dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2006, e que a partir daí viveu uma fase negra.

O atleta contou que lhe foi diagnosticada uma doença mental chamada síndrome esquizo compulsiva e que procurou dar termo à vida. “Depois de um período de depressão, tentei suicidar-me duas vezes, mas felizmente consegui superar e agora estou aqui para contar a minha história na primeira pessoa”, confessou.

Célio Dias abordou ainda a sua homossexualidade e disse que vai voltar às Construções Norte-Sul, de Almada, onde iniciou a carreira, depois de vários anos ligado ao Benfica. A presença nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020, faz parte dos objetivos do judoca. “Acho que irei a tempo. Tenho mais um ano para me qualificar e é nesse período que os resultados nas provas são mais valiosos no ranking”, assumiu.

Foto: Gerardo Santos/Global Imagens
Fonte: Diário de Noticias Lisboa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *