Judocas brasileiros disputam Jogos Mundiais Militares de Wuhan neste final de semana

Equipe é composta por 17 atletas da seleção principal do Brasil incorporados às Forças Armadas por meio do Programa de Atletas de Alto Rendimento

O próximo desafio do judô brasileiro será na China, na cidade de Wuhan, que recebe a 7ª edição dos Jogos Mundiais Militares. Incorporados às Forças Armadas pelo Programa de Atletas de Alto Rendimento, do Ministério da Defesa, 17 judocas da seleção principal entrarão em ação neste final semana para defender as cores do Brasil na competição que contará com judocas de 57 países.

Pelo Brasil, nas categorias masculinas, lutarão Eric Takabatake (60kg), Charles Chibana (66kg), Eduardo Katsuhiro (73kg), Eduardo Yudy Santos (81kg), Rafael Macedo (90kg), Eduardo Bettoni (90kg), Leonardo Gonçalves (100kg) e David Moura (+100kg).

Entre as mulheres, foram convocadas Gabriela Chibana (48kg), Eleudis Valentim (52kg), Larissa Pimenta (52kg), Rafaela Silva (57kg), Tamires Crude (57kg), Aléxia Castilhos (63kg), Ellen Santana (70kg), Samanta Soares (78kg) e Beatriz Souza (+78kg).

Assim como o Brasil, outros países também inscreveram seus principais atletas e figuras conhecidas que rodam o Circuito Mundial da Federação Internacional de Judô, o que elevou bastante o nível dos Jogos Militares.

Países como Rússia, China, Azerbaijão, Uzbequistão, Sérvia, Eslovênia, Polônia e Itália levaram para Wuhan judocas como o vice-campeão olímpico Elmar Gasimov (100kg/AZE); Aleksander Kukolj (90kg/SRB), número 9 do mundo; Sharafuddin Lutfillaev (60kg/UZB), número 3 do mundo, e até mesmo o grego Ilias Iliadis, campeão olímpico e tri mundial, que aposentou-se do Circuito IJF após o Rio 2016, está entre os inscritos.

Confira aqui a lista completa de inscritos por país.

As disputas do Judô começam nesta sexta, às 23h, para os pesos 48kg, 52kg, 57kg, 63kg, 60kg, 66kg e 73kg. No segundo dia, lutarão os atletas das categorias 70kg, 78kg, +78kg, 81kg, 90kg, 100kg e +100kg, com preliminares a partir das 23h de sábado.

Os atletas terão a segunda-feira de descanso e voltarão ao tatame na terça-feira para as competições por equipes. No regulamento do CISM não há equipe mista. A disputa é separada por gênero. 

Fonte: CBJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *