171225111217jpn

Após capacitação no Japão, professores brasileiros debatem propostas de introdução do Judô nas escolas públicas do Brasil

Representantes da CBJ, do Ministério do Esporte, do Consulado do Japão no Brasil e Instituto Kodokan do Brasil se reuniram nesta segunda com os professores que participaram de projeto de capacitação no Japão

O presidente da CBJ, Silvio Acácio Borges, e o gestor de Alto Rendimento, Ney Wilson Pereira, participaram na manhã desta segunda-feira, 11, em São Paulo de um encontro com professores brasileiros de judô que participaram de curso de capacitação no Japão através de uma parceria firmada entre o Ministério do Esporte, o Consulado do Japão, a CBJ e o Instituto Kodokan do Brasil. A reunião aconteceu na sede da Federação Paulista de Judô, em São Paulo, e contou com representantes de todos os órgãos envolvidos no projeto.

“O objetivo desse encontro foi debatermos uma proposta de um programa de introdução de judô nas escolas públicas do Brasil, aproveitando a experiência que esses professores adquiriram recentemente no curso de capacitação realizado no Japão, berço do Judô”, explicou Silvio Acácio.

Entre os dias 08 de setembro e 02 de outubro, sete professores brasileiros participaram do curso “Discovery Camp: Tomorrow’s Friends Programme”, onde puderam conhecer in loco a forma de ensino do Judô nas escolas públicas japonesas. A partir de pesquisas desenvolvidas por meio da Universidade de Tsukuba e do Instituo Kodokan, os profissionais voltaram do Japão com a missão de propor uma adequação no modelo observado na grade curricular brasileira e apresentar uma proposta curricular para aulas do Caminho Suave nas escolas públicas.

Uichiro Umakakeba (supervisor), Joseph Guilherme (coordenador), Ademir Shultz Júnior, Raphael Luiz Silva, Renato Yoshio Ikegawa, Leonardo Lara e Rafael Borges foram os profissionais que fizeram parte do programa.

 

Fonte: CBJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *