Encerramento do Shotyugueiko 2017 contou com a presença do ator Caio Castro que ajudou o Judô de Bastos com doações

DSC_3174A Associação de Judô de Bastos realizou o tradicional treinamento de verão – Shotyugueiko  2017, realizado entre os dias 23 a 28 de janeiro, contando com a participação de nove estados e o Distrito Federal no Centro de Treinamento Edison Mutoharu Yoshikawa.

Este ano o Shotyugueiko teve a orientação de Walter Carmona atleta da seleção brasileira de judô entre 1976 a 1988, medalhista de bronze nas Olimpíadas de Los Angeles em 1984, Chiaki Ishii, japonês, naturalizado brasileiro, conquistou a primeira medalha olímpica para o judô brasileiro nas Olimpíadas de Munique em 1972, Uichiro Umakakeba, Max Trombini, Flabini Silva, Tiago Leal e outros professores renomados.

A abertura ocorrida no dia 23 de janeiro contou com a presença do presidente da Federação Paulista de Judô Alessandro Panitz Puglia, frisando que os atletas “precisam colocar os ensinamentos em prática. O judô é 99% de dedicação e transpiração”, e este é o principal objetivo do Centro de Treinamento de Bastos.

DSC_1513Entre os dias 23 a 27 foram observados vários atletas e dentre eles foram selecionados 17 judocas para ingressarem no projeto esportivo do Centro de Treinamento de Judô de Bastos, a divulgação dos nomes dos atletas selecionados foi realizado pelo coordenador técnico Max Trombini, e pode-se observar nos olhos brilhantes de todos a alegria expressada pelas lágrimas que corriam quando seus nomes eram chamados.

No dia 28, o Centro de Treinamento de Bastos contou com a presença do ator global Caio Castro que durante o encerramento do Shotyugueiko 2017, em cerimonial recebeu sua graduação de faixa preta de judô outorgado pela Federação Paulista de Judô, a entrega da faixa para Caio Castro foi feita pelo primeiro medalhista olímpico brasileiro de judô Chiaki Ishii e o diploma de Faixa Preta de Judô da FPJ foi entregue pelo professor Uichiro Umakakeba.

Caio Castro que treina judô desde os 7 anos, atualmente graduado como faixa marrom, representou de forma brilhante Max Trombini no filme “A Grande Vitória”, foi recomendado pelo presidente de honra do Instituto Kodokan do Brasil, professor Shuhei Okano para que recebesse a faixa preta, mencionando que “sua dedicação para divulgação do judô brasileiro merece ser graduado a faixa preta de judô”, que também presenteou-o o ator com um mimo da Kodokan entregue pelo professor Uichiro Umakakeba.

DSC_3333Nesta oportunidade também foi anunciado a doação pelo ator de 90 quimonos para o Centro de Treinamento de Bastos e um total de R$133 mil provenientes de R$85 mil da arrecadação do leilão feito pelo Instituto Sabrina Sato da SUV utilizada por Caio Castro na viagem dos Estados Unidos a São Paulo, e outros R$48 mil doados pelo Instituto Sabrina Sato e pelo ator, entregues à Associação de Judô de Bastos, desta forma puderam recuperar o sonho de dezenas de jovens.

Como forma de agradecimento pela dedicação, incentivo e contribuição para que o judô de Bastos renascesse das cinzas e se desenvolvesse, a sociedade bastense ofereceu um jantar de gratidão ao ator Caio Castro, que contou com a presença de diversas autoridades locais e do judô brasileiro para abrilhantar o encerramento do Shotygueiko 2017 da Associação de Judô de Bastos.

 

Por: Judô Nacional
Fotos: Cristiane e Osvaldo Ishizava

 

Clique nos links abaixo e confira as fotos dos treinamento dos dias 26, 27 e 28/01 e também de todo evento de graduação do ator Caio Castro

 

CLIQUE AQUI e confira as fotos dos treinamentos dos dias 26 e 27 de janeiro

CLIQUE AQUI e confira as fotos do treinamento do dia 28 e do evento de graduação

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *